ACIRCAN apresenta resultados de mais de 90 entrevistas para Programa de Desenvolvimento Local – DEL

Nesta sexta-feira (4) às 8h no Auditório João Carlos Bebber a ACIRCAN apresentou a compilação dos dados socioeconômicos do município de Campos Novos  obtidos nas entrevistas para o DEL (Programa de Desenvolvimento Local) da FACISC.

Segundo Osmar Vicentin, coordenador do projeto pela Federação das Associações Comerciais Industriais de Santa Catarina (FACISC) essa é a primeira fase do projeto, o momento da economia é entendido. Pra isso durante a semana foram realizadas mais de 90 entrevistas. Foram entrevistados empresários, entidades públicas, pessoas físicas, formadores de opinião que foram questionados sobre assuntos gerais, sociais e econômicos. A segunda fase será a reestruturação do Conselho de Desenvolvimento. Com o conselho estruturado, serão criadas as Câmaras Técnicas, onde se discutirá tecnicamente os assuntos. As câmaras técnicas darão o suporte às lideranças para que trabalhem com fatos e dados. Em cima disso, serão criadas políticas de desenvolvimento de longo prazo para o município com planejamento para os próximos 20 anos.

Luiz Angelo Fornara, Presidente da ACIRCAN  “Esta é uma semente que nós estamos lançando. O DEL é um programa de longo prazo e na sua concepção ele reúne todas as forças produtivas e pensantes da cidade como empresários, entidades, sociedades, clubes de serviço, enfim, toda a sociedade”.

Nelson Cruz, prefeito de Campos Novos, evidenciou que o município tem um potencial muito grande e pouco explorado. A economia camponovense é baseada no agronegócio e precisa diversificar. Tem muitas coisas que precisam melhorar para crescer. E para não ficar dependente de um segmento só. É preciso empreender. O prefeito ainda relatou da busca por serviços e produtos nas cidades vizinhas e que os mesmos poderiam ser desenvolvidos aqui.

 

Sobre o DEL:

O Programa de Desenvolvimento Econômico Local – DEL, desenvolvido pela FACISC, institui um modelo de gestão capaz de contribuir para o desenvolvimento da região, garantindo a continuidade dos projetos de interesse da comunidade, em prol do desenvolvimento econômico sustentável do município.

No DEL, parceiros públicos, o setor empresarial e atores não governamentais trabalham coletivamente para melhorar as condições de crescimento econômico e da geração de emprego. Os municípios são replanejados com projeção de 20 anos à frente, da adequação das leis à análise econômica.

O DEL teve origem na Alemanha nos anos 80 quando o país passava por forte crise.

 

Entidades que fazem parte do DEL em Campos Novos:

Associação empresarial de Campos Novos (ACIRCAN), Câmara de Dirigentes Lojistas  (CDL), Prefeitura Municipal de Campos Novos e Sindicato do Comércio Varejista

Na Sexta-feira (04/09) às 8h no Auditório João Carlos Bebber acontecerá a apresentação dos dados do município de Campos Novos referente ao DEL (Programa de Desenvolvimento Local) da FACISC.

O DEL é desenvolvido pela Federação das Associações Empresariais de Santa Catarina (FACISC) – em parceria com as associações empresariais com os objetivos de: obter uma visão sobre as vantagens e desvantagens comparativas e competitivas da economia local e ou setorial, identificar potencialidades e os obstáculos principais para um desenvolvimento econômico local mais acelerado e identificar possíveis linhas de intervenção para dinamizar a economia local.

Segundo Osmar Vicentin, Consultor da FACISC, “Campos Novos é o 33º município em PIB (Produto Interno Bruto), no entanto a geração de riqueza em um segundo momento tem que ser refletida em qualidade de vida para as pessoas. O processo vem em franco crescimento, mas precisa ser acelerado, e pela leitura que eu faço Campos Novos está entrando em um quarto ciclo. Nós tivemos como o 1º ciclo o agronegócio, muito forte, 2º ciclo a usina hidrelétrica, gerando riquezas e arrecadações para o município e veio o 3º ciclo que foi a indústria de transformação. Obviamente que as cooperativas e agronegócio continuaram muito fortes. O ciclo que vivemos agora são os novos campos de competência em uma diversificação necessária, atendendo novos elos da economia. Esse conjunto econômico forma uma plataforma muito boa de geração de riqueza e vem o desejo de fazer com que a população usufrua de tudo isso. O DEL vem justamente para apoiar toda essa lógica, onde nós temos as forças produtivas, governo e sociedade traduzindo um mesmo desejo: construir uma sociedade melhor.”

Além do Conselho do DEL, existem as Câmaras Técnicas, onde se discute tecnicamente os assuntos. As câmaras técnicas darão o suporte às lideranças para que trabalhem com fatos e dados. O consultor da FACISC informou que no momento estão sendo feitas análises, entrevistas, cruzando dados, para saber qual o perfil de Campos Novos em 2015, para aí sim iniciar um novo clico construído de forma coletiva.  A apresentação desses dados acontecerá Na Sexta-feira (04/09) às 8h no Auditório João Carlos.

 

ACIRCAN realiza segunda reunião com a diretoria e coordenadores de núcleos.

Ontem (25/08) no auditório João Carlos Bebber aconteceu a segunda reunião com a diretoria e coordenadores de núcleos. Estavam presentes os coordenadores /representantes dos núcleos: NUCON (Núcleo dos Contabilistas) , ACIRCAN JOVEM(Núcleo dos Jovens Empreendedores) e o NUPSY (Núcleo de Psicologia).

A reunião faz parte do planejamento de ações da ACIRCAN, o objetivo é proporcionar a aproximação da Associação e seus núcleos, alinhar ideias, trocar experiências e trabalhar de forma conjunta. Na oportunidade todos falaram sobre as ações realizadas em cada núcleo e destacaram a importância da ACIRCAN em auxiliar na organização das reuniões, divulgação e realização de eventos.  A Associação também salientou a importância de cada núcleo e suas realizações. Na mesma noite Silvio Alexandre Zancanaro apresentou o projeto da ACIRCAN Jovem:  Fábrica de ideias. Um projeto que visa  levar o espírito empreendedor para as escolas, onde alunos são estimulados a desenvolver ideias criativas em relação a produtos ou serviços, apresenta-las e também promove o encontro deles com investidores.  As ações desenvolvidas por esses alunos têm como finalidade melhorias nos processos das empresas e também contribuir de forma positiva para a comunidade.

O Núcleo das Psicólogas (NUPSY) também deixou um convite para que todos participarem da ação que acontecerá amanhã (27/08) na praça em Campos Novos em comemoração ao Dia do Psicólogo.

NUPSY ( Núcleo de Psicologia da ACIRCAN) – realizará ação na praça de Campos Novos nesta quinta-feira (27/08) Dia do Psicólogo.

Amanhã, 27/08 é o dia do Psicólogo e para comemorar a data as psicólogas do NUPSY realizarão uma ação voltada à divulgação da profissão.  O Núcleo das Psicólogas da ACIRCAN já tem dois anos de atuação e vem ganhando destaque pelas suas ações e por ser o único em Santa Catarina dentro da FACISC  (Federação das Associações Empresariais de Santa Catarina).

 

Conforme Flávia Darold, tesoureira do Nupsy:  “O núcleo trabalha mensalmente com reuniões, estudos de caso, aprimoramentos da nossa profissão que é muito ampla. Nós trabalhamos na área da saúde, área social em várias entidades e temos representantes nucleados de cada uma delas. Nesse mês comemoramos o Dia do Psicólogo, 27 de agosto. Em Campos Novos desenvolveremos uma atividade na praça voltada à divulgação da profissão e gostaríamos de convidar à todos para participar. A ação acontece das 14h até às 19h. Com o apoio do CRP-SC (Conselho Regional de Psicologia de Santa Catarina) haverá panfletagem, troca de informações. Todos estão convidados para conhecer e tirar suas duvidas.

Bazar de Moda de Campos Novos gerou cerca de R$ 200 mil em vendas

O primeiro Bazar de Moda do Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas de Santa Catarina (Sebrae/SC) na regional da Serra Catarinense ocorreu neste fim de semana, em Campos Novos. No sábado (22) e domingo (23) mais de cinco mil pessoas estiveram no Salão da Igreja Matriz para aproveitar descontos com até 70% em produtos do vestuário, calçados, acessórios, cama, mesa e banho. As vendas ficaram em torno dos R$ 200 mil. Neste fim de semana a ação será realizada em Correio Pinto.

 

Da cidade participaram gratuitamente 25 empreendimentos. A venda por loja ficou entre R$ 5 mil e R$20 mil. Na loja da dona Ailce Maria Viel tinha peças a R$ 10. A maioria dos produtos estava com R$ 60 e R$ 70% de desconto. “Está tudo muito bem organizado. Vou conseguir renovar meu estoque com mais facilidade”.  Gilmar Marco Pereira é dono de uma loja de produtos esportivos. Ele ofereceu descontos de até 80%. Gilmar acredita que o formato do evento ajudou tornar seu empreendimento mais conhecido. “Pude receber as aqueles que já são meus clientes e apresentar minha loja para os que ainda não conheciam”.

 

Na primeira hora de feira o funcionário público Olavio Martini conseguiu comprar peças para a família inteira. “Os produtos são de muita qualidade e com preços muito bons. Achei a ideia muito interessante. Que eventos como esses se repitam”.   A dona de casa Vera Pletsch levou para casa quatro camisas pelo custo de R$ 10 cada. “O preço é ótimo. Nem a costureira cobra esse valor para reparar uma peça”, avalia.

 

Alcance de resultados  

O Bazar de Moda integra o Programa Estadual de Acesso ao Mercado e tem o intuito de auxiliar o empresário da micro e pequena empresa a conhecer o caminho mais curto entre o seu empreendimento e o mercado.  O coordenador regional do Sebrae/SC, Altenir Agostini, diz que alternativas como esta é que farão os resultados melhorem. “Para superar crises, temos que inovar, buscar outras possibilidades de vendas”.

 

Um dos parceiros na realização do Bazar foi a Associação Empresarial de Campos Novos (Acircan), que mobilizou os lojistas. “Por meio dessa união se conseguiu organizar um evento bonito e com ótimos resultados para os participantes e comunidade”, diz o vice-presidente da Associação, Laércio Zanqueta.

 

 

Texto: Catarinas Comunicação

Fotos: Assessoria de Comun

icação ACIRCAN